quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Olá!
Vou postar o trecho da materia do jornal de nossa cidade" Gazeta de Limeira", onde semana passada saiu uma materia sobre o projeto.
Ficamos muito felizes com isso, pois apesar de ser um trecho pequeno pode despertar o interesse das pessoas ao lerem.


O autismo foi tema de pesquisa de outro grupo do ensino médio, que procurou informar sobre a doença, que pode se apresentar tanto na forma de pessoas que têm muita dependência ou inteligência aguçada, em determinada área. O blog do projeto (http://autismoprojeto.blogspot.com/) recebeu vários depoimentos de pessoas com familiares nessas condições.
Fonte: Gazeta de Limeira (23/9/2010)

terça-feira, 28 de setembro de 2010


5º FEIRA DE PROJETOS E TECNOLOGIA

Olá !
Bom hoje vim compartilhar com vocês o sucesso da nossa feira de projetos
e a experiência maravilhosa que tivemos .
Pelo nosso estande , passaram mais de 400 pessoas , as quais conscientizamos
e procuramos ensina-las, parte do que aprendemos durante o desenvolvimento
desse projeto . Para que saibam sempre respeitar nossos autistas
com suas dificuldades , olhando-os sempre de modo especial e carinhoso!
Muitos se interesseram , perguntaram , comentaram , foi realmente incrivel ,ver
as expressões nos rostos das pessoas , que na maioria das vezes nem sabiam
do que se tratava a síndrome.
De fato inesquecível e muito gratificante.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Ah , Ganhamos um selo *-* obrigada !
A corrente do selo diz q eu preciso dizer 9 coisas a meu respeito e depois
indicar 9 blogs para fazer o mesmo.

9 Coisas sobre nós e o projeto.

1- somos 3 amigas , estudantes do ensino médio de uma etec em limeira
2- não sabiamos o que era autismo até o inicio do projeto.
3- nos interessamos pelo assunto através do filme RAIN MAN
4- desde então , somos apaixonadas pelos autistas!
5- Somos contra qualquer tipo de pré-conceito e nos irritamos com
piadinhas maldosas .
6- Depois de um ano inteiro pesquisando muito , todas já pensamos em
trabalhar nessa área (será ? haha)
7- Nos emocionamos muito , com alguns depoimentos e momentos durante
o desenvolvimento do projeto
8- Estamos muito ansiosas para a feira na semana que vem , quando
vamos apresentar nosso trabalho e passar nossa mensagem aos visitantes.
9- Aprendemos muito , com tudo isso. O projeto teve a capacidade
de nos transformar. Mostrou o verdadeiro valor das pequenas coisas !





http://educacaoespecialedna.blogspot.com/

http://grupodevivencias.blogspot.com/

http://www.diariodojao.blogspot.com/

http://barbaracalmeto.blogspot.com/

http://amaedoautista.blogspot.com/

*Apesar de ser ela quam nos deu o selo, não poderíamos deixar de retribuir para o seu blog porque foi um dos blogs com os quais mais nos emocionamos , além de ser nossa primeira seguidora !
http://viagem-de-mae.blogspot.com/

http://gritodemudanca.blogspot.com/

http://autismobemvindoaomeumundo.blogspot.com/

http://educaofsicaadaptadaeeducaoespecial.blogspot.com/

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Olá, hoje vou postar a sinopse do livro:Mãe, Me Ensina a Conversar: Vencendo o Autismo com Amor


Quando Ricardo era um bebê seus pais se encantavam com a criança tranqüila que passava horas sentado na mesma posição, brincando com um objeto sem interessar-se por outros. Só quando o menino vai para o jardim-da-infância é que os pais são alertados pela professora de que o filho apresenta sinais de autismo. A luta desta família para integrar Ricardo a uma sociedade que geralmente exclui os "diferentes" é mostrada em Mãe, me ensina a conversar, escrito por Dalva Tabachi, a mãe do jovem autista e de outros três rapazes sem qualquer problema.
Mais do que um emocionante relato sobre a experiência da família para adaptar Ricardo ao mundo e enumerar os progressos que o rapaz alcançou, sempre estimulado pelos pais, irmãos e por um grupo de profissionais especializados, Dalva Tabachi alerta para a necessidade de não esconder as chamadas "pessoas especiais" e enfrentar "olhando de frente" a discriminação, a incompreensão e o preconceito. Para a autora, quem tenta proteger o filho especial e o retira do convívio social pode estar querendo ocultar que produziu alguém que foge aos padrões idealizados pela sociedade.

Médicos, psicólogos, professores de música e outros profissionais da equipe que acompanhou Ricardo desde criança também contam, no livro, a evolução do tratamento do rapaz, que, hoje, aos 25 anos, trabalha na empresa da mãe, aprendeu a ler e a escrever, faz parte da equipe Máster de natação do Flamengo e demonstra interesse em noticiário. Enquanto se preocupavam em garantir que Ricardo fosse o mais independente possível, a família deparou com numerosos problemas, entre eles o de estabelecer limites para alguém que custou a sair de seu isolamento próprio. Dificuldades que foram superadas com coragem, paciência e amor incondicional de uma família que não se permitiu desanimar frente ao autismo.



Para quem estiver interessado esse livro no submarino está R$ 14,90
http://www.submarino.com.br/produto/1/1746220/mae,+me+ensina+a+conversar:+vencendo+o+autismo+com+amor#A1

terça-feira, 14 de setembro de 2010


O poder da música - terapia musical para tratar o autismo.



A terapia musical é um método de tratamento relativamente novo para pacientes do autismo, mas um que não deve negligenciar ao discutir opções. Pacientes que recebem a terapia musical frequentemente se a grande melhoria na temperamento e habilidades da aprendizagem. A música conecta à parte non-verbal de nossos cérebros, fazendo lhe uma terapia perfeita para as desordens em que o paciente tem o problema que se comunica, como o autismo. Pesquise este método de tratamento inovativo se você está procurando alguma ajuda com autismo e não teve muita sorte no passado.

A terapia musical é eficaz porque pode ser usada conjuntamente com a aprendizagem de habilidades sociais. A música é um meio muito non-threatening para pacientes, e muitos jogos podem ser jogados usando a música para ajudar a melhorar habilidades sociais e comportáveis. Por contato de olho encorajador ao cantar ou ao usar os instrumentos que precisam de começ perto da cara, a terapia musical pode ajudar indivíduos autísticos a quebrar barreiras sociais.

O one-way do número que a terapia musical pode ajudar crianças, assim como uns pacientes autísticos mais idosos, é ajudando com o desenvolvimento de habilidades do discurso. A música é uma maneira de conectar as funções verbais e non-verbal no cérebro. Os indivíduos autísticos podem ter vários formulários de problemas do discurso. Alguns puderem somente zumbir, grunhir, ou fazer outros ruídos da não-palavra, quando outro frases sem-sentido do cavaco ou gritos. Ainda outro ganham a capacidade para unir frases e sentenças para comunicar-se com o mundo, embora estes faltem geralmente a emoção. Os povos autísticos são conhecidos para vozes monotone. Entretanto, não importa como hábil o indivíduo é com discurso, ou podem participar na terapia musical por ritmos de aplauso, zumbindo longitudinalmente, ou fazendo canções de eco simples.

Os indivíduos autísticos são encontrados geralmente para ser particular bons na música. Alguns, por exemplo, têm o passo perfeito. Outro podem jogar um instrumento particular muito bem, com pouca instrução. Mesmo se ou mostram a nenhum gênio a habilidade musical por padrões normais, você pode encontrar que um particular duro tratar a pessoa autística tem as habilidades na música que excedem suas outras habilidades. Um terapeuta musical pode usar a música como uma maneira de lig este tipo da aprendizagem com outros tipos da aprendizagem, não somente como o desenvolvimento do discurso e o desenvolvimento comportável social discutidos tão previamente, mas também quanto uma maneira de comunicar emoções e desenvolver a memória.

Usando todas estas técnicas conjuntamente com uma outras, a terapia musical pode trabalhar maravilhas com povos que são autísticos. Os profissionais treinados podem usar a música para ensinar crianças e outro como comunicar-se nas maneiras nonverbal, facilitando a para que os pacientes aprendam. Pesquise a opção musical da terapia para fornecer o ou sua criança uma outra escolha ao tratar o autismo.

sábado, 11 de setembro de 2010

Autistas podem ser atendidos pelo Sistema Único
de Saúde


Extraído de: Assembléia Legislativa do Estado de Mato Grosso - 06 de Maio de 2009

Caso o projeto de lei seja aprovado, o SUS prestará atenção integral ao diagnostico precoce e ao tratamento dos sintomas da Síndrome do Autismo

O Sistema Único de Saúde de Mato Grosso poderá ser credenciado a prestar atenção integral ao diagnóstico precoce e ao tratamento dos sintomas da Síndrome do Autismo. As diretrizes para tratar desse assunto estão sendo discutidas na Assembleia Legislativa. Em todo o Brasil, mesmo no setor privado, são raros os centros capacitados para lidar com os autistas.

Entre as diretrizes expostas no projeto de lei está o envolvimento e a participação da família do portador da síndrome e da sociedade civil. O autista terá direito à medicação e a equipes multi e interdisciplinares para tratamento médico nas áreas de pediatria, neurologia, psiquiatria e odontologia.

Eles terão direito ainda à assistência psicológica, fonoaudiológica e pedagógica; a terapia ocupacional, a fisioterapia e a orientação familiar e, também, ensino profissionalizante e de inclusão social. De acordo com o deputado Nilson Santos (PMDB), autor da proposta, o poder público poderá firmar convênios com entidades e clínicas afins, visando o repasse de recursos para custeio ou remuneração de serviços.

"Os maiores problemas enfrentados pelos pais e mesmo pelas entidades voltadas ao tratamento são os elevados custos. Isso se dá quando é necessária uma gama muito alta de profissionais e também à falta de recursos financeiros para a compra de medicamentos", explicou o parlamentar.

Na proposta, as ações programáticas relativas à Síndrome do Autismo, assim como às questões a ela ligadas, serão definidas em normas técnicas e elaboradas pelo Executivo. Já as direções do SUS, Estadual e Municipais, garantirão o fornecimento universal e gratuito dos medicamentos, além do tratamento sob todos os aspectos, com a disponibilização de profissionais das diversas áreas.

Os sinais e os sintomas característicos aparecem antes dos três anos de idade e, de cada 10 mil crianças, entre quatro a 20 apresentam a síndrome. Ainda não há dados estatísticos precisos com predomínio em indivíduos do sexo masculino e feminino.

Entre 75% a 80% das crianças autistas apresentam algum grau de retardo mental, que pode estar relacionado a diversos fatores biológicos. O autismo não tem cura, entretanto o portador da síndrome pode ser tratado e desenvolver suas habilidades de uma forma mais intensiva do que outra pessoa que não apresente o mesmo quadro e, então, assemelhar-se muito a essa pessoa em alguns aspectos de seu comportamento.

A Síndrome do Autismo, ou simplesmente autismo, foi conceituada pela primeira vez em 1942 pelo médico austríaco Leo Kanner, especialista em psiquiatria pediátrica radicado nos Estados Unidos, como sendo uma patologia da linha das psicoses.

Hoje, a síndrome é definida como um conjunto de sintomas de base orgânica, com implicações neurológicas e genéticas. O termo "autismo" refere-se ao significado "ausente" ou "perdido". Segundo a American Society for Autism - ASA - é uma inadequacidade no desenvolvimento e se manifesta de maneira grave e incapacitante por toda a vida, caracterizando-se pelo funcionamento anormal em três áreas: de interação social, de comunicação, e de comportamento restrito e repetitivo.

Mais Informações:

Secretaria de Comunicação Social

Fone: 3901-6310

Autor: ELZIS CARVALHO/Secretaria de Comunicação

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Olá , primeiramente gostaria de agradecer pelo apoio que temos recebido durante o desenvolvimento do nosso projeto ,cada novo seguidor , ou comentário , nos incentiva sempre a se empenhar mais em nossas pesquisas.
Hoje vou postar as datas de apresentação do nosso trabalho na feira de projetos de nossa escola. Que vai acontecer nos dias 22 e 23 de setembro nos períodos manhã, tarde e noite.
Todo visitante será muito bem-vindo , esperamos que nosso projeto seja capaz de conscientizar as pessoas , para que olhem sempre com bons olhos , os portadores de autismo, tão especiais.
Abaixo , está o site de nossa escola 'ETEC TRAJANO CAMARGO' , lá vocês podem conferir a descrição de cada projeto que será apresentado durante a feira.

http://www.trajanocamargo.com.br/index.php

Obrigada , e espero vocês lá !